Agradeço aos avanços da tecnologia que temos hoje, assim como computador, celular, máquinas e tudo mais que com o passar dos anos, sempre vão inovando e melhorando cada vez mais. Assim como os aparelhos de implantes cocleares, são a nova realidade de hoje. Fico feliz que essa geração tem essa oportunidade, que se possível pode receber diagnóstico precoce desde a maternidade e ter chances de uma reabilitação precoce, possibilitando a oralização desde a infância.

Eu sou mais “das antigas”, pois nasci numa época que não havia nem metade do que há hoje. Nos anos 70, poucas pessoas sabiam o que era uma deficiente auditiva. Naquela época, achavam que com o meu tipo de perda, que é profunda, não era possível ensinar a ouvir, a discriminar os sons e a falar. No entanto, meus pais jamais deixaram de acreditar e com fé e perseverança, junto com a minha fonoaudióloga iniciaram um intenso processo para me introduzir ao mundo dos sons, com o uso de aparelhos auditivos.

E finalmente, sobre os aparelhos auditivos! Brinco que sou “pioneira” em acompanhar os avanços tecnológicos desses aparelhinhos “mágicos” que me possibilitam ouvir. Sim, eu realmente ESCUTO todos os tipos de sons com eles. Desde batida de portas, latidos de cachorros, minha mãe me chamando no andar de baixo de um apartamento tríplex, avião quando passa no céu, barulho de ondas do mar e muito mais.

Quando era criança, para o meu tipo de perda auditiva, havia um modelo de duas caixinhas com fios conectando aos moldes que eram colocados dentro dos meus ouvidos. Minha mãe teve a idéia de fazer um coletinho, tipo top com dois bolsos para caixinha em cada e os fios saiam por baixos da camiseta até os meus ouvidos. Era uma forma também de mantê-los seguros, para uma criança como eu, que não parava quieta, pois eu adorava brincar com todas as crianças da escola e com os primos, era a mais falante de casa e que a palavra “silêncio” não tinha nada a ver comigo.

Acredito que cada pessoa tem sua história, família, amigos e estilos de vidas diferentes. Convido a todos para conhecer o espaço, participar e trocar de ideias, informações e esclarecer dúvidas.

E isso é só o começo… 

Gostei
Gostei Amei Haha Wow Triste Grrr