Mês passado dei uma palestra em Campos de Jordão e um fato que me chamou atenção, foi a quantidade de fonoaudiólogas falando e incentivando o uso do IC. (Implante Coclear). Inclusive sugerindo que eu o fizesse também, pois aparentemente eu era considerada um ótimo caso.

Vários médicos que conheci (uns 4 médicos), me perguntaram se eu não gostaria de fazer IC. Confesso que comecei a conhecer mais a respeito dessa tecnologia e não tenho dúvida que, segundo os usuários, é uma “dádiva” e a melhor coisa que já criaram. Sou totalmente a favor disso e acredito muito nas tecnologias.

No entanto, é como afirmo, cada caso é um. Depende do histórico do paciente, recursos financeiros para manutenções e acessórios, da vontade de cada um, do seu modo de vida e tipos de relacionamentos.

No meu caso por exemplo, em meu histórico, não poderia esquecer aquela fase difícil que enfrentei por causa dos zumbidos na época da faculdade.

Um pesadelo que não desejaria a ninguém. E nenhum médico tem como me garantir se esse zumbido pode ou não voltar caso eu faça a cirurgia.

Além disso, eu realmente escuto e sou feliz com a vida que tenho hoje, com aparelhos auditivos.

Soube de um caso de um rapaz com um histórico parecido com o meu, mesma idade, geração, valores familiares parecidos e oralizado, que simplesmente “parou” de escutar sem explicação. Após tentar todos os recursos possíveis na época, ele optou pelo IC e graças a Deus voltou a ouvir e está muito mais feliz.

Fiquei pensando… sem dúvida, caso eu realmente parasse de escutar, mesmo com aparelhos auditivos, sem dúvida faria o IC, pois assim como o rapaz, eu não teria nada a perder. Porém, novamente é importante que as pessoas compreendam, que com os aparelhos auditivos que uso, levo uma vida normal e a única limitação é falar ao telefone, apenas isso. Mas recursos tais como sms, e-mails, whatsapp e outros meios de mensagens, me facilitam o dia a dia. E, em casos urgentes, peço ajuda a alguém que estiver próximo de mim.

No entanto, estou adorando conhecer mais o universo do IC, tenho lido sobre muitos casos de pessoas que fizeram e de pais que optaram por IC para seu filho.  Acompanho o caso de cada pessoa, com sua história e depoimento. Acredito muito que essa tecnologia ganhará muito espaço no futuro e que irá crescer mais ainda entre as pessoas.

Gostei
Gostei Amei Haha Wow Triste Grrr